Séries 01 - Plantas das Léguas da Colônia Caxias

Planta da Primeira Légua da Colônia Caxias Planta da Primeira Légua da Colônia Caxias Planta da Segunda Légua da Colônia Caxias Planta da Segunda Légua da Colônia Caxias Planta da Terceira Légua da Colônia Caxias Planta da Terceira Légua da Colônia Caxias Planta da Quarta Légua da Colônia Caxias Planta da Quinta Légua da Colônia Caxias Planta da Sexta Légua da Colônia Caxias Planta da Sexta Légua da Colônia Caxias
Resultados 1 até 10 de 31 Mostrar tudo

Área de identificação

Código de referência

BR RS APMCS PM-04-03-11 00-01

Título

Plantas das Léguas da Colônia Caxias

Data(s)

  • 1884-1888 (Produção)

Nível de descrição

Séries

Dimensão e suporte

31 itens

Área de contextualização

História do arquivo

Procedência

Área de conteúdo e estrutura

Âmbito e conteúdo

Esta série é formada por plantas das 16 léguas, áreas que divididas em travessões e lotes, formaram o território original da Colônia Caxias e após 1890, o município de Caxias do Sul.
As plantas dessa série são cópias heliográficas, realizadas em 27 de novembro de 1936, conforme registra o carimbo da Secretaria de Estado dos Negócios da Agricultura, Indústria e Comércio e assinada por A. Teixeira, sob protocolo da Diretoria de Agricultura, Indústria e Comércio - 3ª Seção de Terras e Colonização.
Em algumas plantas ainda é legível a assinatura de de Ernesto Muzzel Filho, que exerceu a função de Agrimensor da Diretoria da Colônia Caxias e e da Comissão de Terras da ex-Colônia Caxias, entre os anos de 1884 a 1887. As plantas originais podem ter sido executadas, portanto, naquele período em que Muzzel exerceu atividade na Colônia Caxias. Outra indicação da produção das plantas originais é o
registro do visto de Manuel Barata Góes, Engenheiro-Chefe da Diretoria da Colônia Caxias e da Comissão de Terras da ex-Colônia Caxias, entre os anos de 1883 a 1886. Manuel Barata Góes também exerceu o cargo de Inspetor Geral de Terras e Colonização, em Porto Alegre, em 1888.

As cópias heliográficas foram executadas em 1936 foram posteriormente desenhadas, pela Diretoria de Obras Públicas Municipal.

Avaliação, selecção e eliminação

Ingressos adicionais

Sistema de arranjo

Área de condições de acesso e uso

Condições de acesso

Condiçoes de reprodução

Idioma do material

Script do material

Notas ao idioma e script

Características físicas e requisitos técnicos

Instrumentos de descrição

Área de documentação associada

Existência e localização de originais

Existência e localização de cópias

Unidades de descrição relacionadas

Descrições relacionadas

Área de notas

Identificador(es) alternativos

Pontos de acesso

Pontos de acesso de assunto

Pontos de acesso local

Ponto de acesso nome

Pontos de acesso de gênero

Área de controle da descrição

Identificador da descrição

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

Status

Nível de detalhamento

Datas de criação, revisão, eliminação

Idioma(s)

Sistema(s) de escrita(s)

Fontes

Zona da incorporação

Assuntos relacionados

Pessoas e organizações relacionadas

Gêneros relacionados

Lugares relacionados