Séries 06 - Escola Estadual Cristóvão de Mendoza

Área de identificação

Código de referência

BR RS APMCS PM-06-02-06

Título

Escola Estadual Cristóvão de Mendoza

Data(s)

  • 1966-1999 (Produção)

Nível de descrição

Séries

Dimensão e suporte

Documentos fotográficos

Área de contextualização

História do arquivo

A Escola Complementar, mantida pelo governo do estado, foi criada pelo Decreto nº 4.491 de 28 de fevereiro de 1930 e destinava-se à formação de professores. Conforme Decreto nº 810 de 22 de agosto de 1943, sua denominação mudou para Escola Normal Duque de Caxias. Ainda em 1946, teve início o Curso Ginasial, quando foi extinto o regime complementar e adotado o nome de Ginásio Estadual da Escola Normal Duque de Caxias.
Pelo Decreto nº 4.855 de 08 de janeiro de1954 foi criado o Colégio de 2º Ciclo com curso científico, anexo à Escola Normal Duque de Caxias. O Decreto Estadual de 08 de janeiro de 1957 desanexa os Colégios das Escolas Normais. Constitui-se, assim, o Colégio Estadual de Caxias do Sul com os cursos colegial, ginasial e clássico. Sua denominação foi alterada para Colégio Estadual Cristóvão de Mendoza pelo Decreto Estadual nº 10.045 de 23 de janeiro de 1959.
Em 1960, o Colégio Estadual Cristóvão de Mendoza e a Escola Normal Duque de Caxias passaram a funcionar com direções separadas, mas mantidas no mesmo prédio. O Colégio Estadual Cristóvão de Mendoza manteve os cursos ginasial, clássico e científico. Já a Escola Normal Duque de Caxias manteve os cursos de formação de professores e o curso primário.
Em 1961, a Escola Normal Duque de Caxias e o Colégio Estadual Cristóvão de Mendoza passaram a ocupar o atual prédio à Avenida Júlio de Castilhos, no Bairro Cinquentenário, construído pelo Governo do Estado.
Em 1972, a reforma no ensino brasileiro agrupou novamente as escolas que passaram a ter uma única direção e, no ano de 1975, receberam a denominação de Escola de 1º e 2º Graus Cristóvão de Mendoza.
Em 29 de maio de 2000 a escola sofre alteração de nome, passando a chamar-se Instituto Estadual de Educação Cristóvão de Mendoza.

Procedência

Área de conteúdo e estrutura

Âmbito e conteúdo

Avaliação, selecção e eliminação

Ingressos adicionais

Sistema de arranjo

Área de condições de acesso e uso

Condições de acesso

Condiçoes de reprodução

Idioma do material

Script do material

Notas ao idioma e script

Características físicas e requisitos técnicos

Instrumentos de descrição

Área de documentação associada

Existência e localização de originais

Existência e localização de cópias

Unidades de descrição relacionadas

Descrições relacionadas

Área de notas

Identificador(es) alternativos

Pontos de acesso

Pontos de acesso de assunto

Pontos de acesso local

Ponto de acesso nome

Pontos de acesso de gênero

Área de controle da descrição

Identificador da descrição

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

Status

Nível de detalhamento

Datas de criação, revisão, eliminação

Idioma(s)

Sistema(s) de escrita(s)

Fontes

Zona da incorporação

Assuntos relacionados

Pessoas e organizações relacionadas

Gêneros relacionados

Lugares relacionados